Por ciúmes, homem mata atropelada ex-mulher grávida e namorado no Paraná

Por ciúmes, homem mata atropelada ex-mulher grávida e namorado no Paraná
(Foto: Adiel Soares/Toledo News)

Um crime passional na cidade de Toledo, no Oeste do Paraná terminou com duas pessoas mortas e uma em estado grave. Uma das vítimas fatais estava grávida.

Várias equipes do Corpo de Bombeiros, Samu e da Polícia Militar foram acionadas na noite de domingo para atender a situação que aconteceu na Rua Marumbi esquina com a Rua Coronel Ângelo Mello, no Jardim Gisela, nas proximidades da Praça do Expedicionário.

De acordo com Boletim de Ocorrência feito pelas equipes policiais, Claudemir Antônio De Marchi  de 33 anos e Ana Carolina Silva de Oliveira 27 estavam caminhando pela calçada, quando foram atingidos pelo motorista de um Astra, um homem de 48 anos, que é ex-companheiro da mulher.

O motorista de 48 anos subiu na calçada, atropelou o casal e só parou ao atingir árvores e a cerca de uma associação. Devido aos graves ferimentos, Claudemir não resistiu e morreu  no local. Ana foi encaminhada ao hospital, mas também morreu pouco tempo depois. A jovem estava grávida.

O condutor do carro, também precisou de atendimento dos socorristas do Siate, ele estava com ferimento em um dos pulsos, causados por uma faca. O homem foi levado com ferimentos graves ao Hospital Bom Jesus.

O astra, utilizado no crime, foi apreendido e levado para Delegacia de Polícia Civil.

Sobre o caso

Segundo o que foi apurado pela equipe militar, os três envolvidos estavam em uma Tabacaria jogando sinuca, porém a mulher, não disse nada a seu namorado que o homem que estaria jogando sinuca seria seu ex-marido.

Quando Ana e Claudemir saíram do local, o ex-companheiro da mulher sentiu ciúmes e foi atrás do casal para cometer o crime. 

Após perceber o que havia feito, o condutor do carro, voltou ao veículo e utilizou uma faca para tentar tirar a própria vida, cortando um dos pulsos.

Os corpos das vítimas fatais foram levados para o Instituto Médico Legal e o autor dos crimes continua internado. A Polícia Civil investiga o caso.

Fonte: Ric Mais

Publicidade:

Compartilhe!