Linguagem corporal e crise de imagem

Linguagem corporal e crise de imagem

Por Uemerson Florêncio

Em algum momento na vida os seres humanos em função dos seus gestos e atitudes são alvos de muitas críticas ou cobranças. Raros são os momentos destinados para a promoção e o reconhecimento das suas atitudes nobres. É quando entra em cena o comprometimento da imagem e da reputação tendo como resultado, as crises.

A imagem é algo estático e por este motivo pode ser composta por elementos físicos ou visuais. Você poderá notar a partir da análise da linguagem corporal, pelas vestes utilizadas, pelas maquiagens aplicadas ou acessórios que a pessoa utiliza.

Quando se refere a uma empresa a imagem pode ser compreendida a partir da sua forma de tratar seus funcionários, a comunicação visual, a forma de entregar os seus produtos ou serviços aos seus clientes entre outros. Vamos analisar alguns aspectos importantes: Quais são as consequências para uma empresa que tem a cultura de atender mal os seus clientes?

Diante de um problema desse tipo, como é possível reverter a imagem negativa para imagem positiva? As pessoas quando são mal tratadas normalmente tendem a falar mal dez vezes mais de quem lhe tratou mal, logo, a organização ganham uma fama negativa ampliada. Como lidar com esta realidade?

Muitos gestores empresariais fazem muito bem o seu dever de casa, garantindo a profissionalização das suas comunicações visuais, gestão de redes sociais, produção de vídeos maravilhosos. Contratam profissionais para a realização de grandes campanhas publicitárias para fortalecer o nome no mercado, mas será que está elevando o nível operacional para a excelência no atendimento nas rotinas diárias entre os seus funcionários e para a relação com os seus clientes?

Muitos gestores fazem o seu trabalho de gabinete muito bem, controlam receitas, despesas. Eles promovem investimentos estruturas físicas das empresas, adicionam equipamentos e tecnologia de ponta, mas não podem controlar o incontrolável em suas estruturas, a linguagem silenciosa do corpo dos seus colaboradores no trato interno ou externo de seus clientes. Acham que sabem de tudo sobre este tocante e ignoram toda e qualquer informação que lhe chegue à porta.

Alguém me disse um dia, eu já trabalho tudo isso com os meus funcionários. Acreditem, foi um Colégio que muitas mães só matriculavam seus filhos, porque era o menos pior. Apesar de todos os investimentos financeiros realizados, será que hoje a sua empresa não está nesta categoria, o menos pior? A linguagem não verbal transmitidas pelos seus funcionários tem uma extraordinária capacidade para anular ou comprometer todos os investimentos realizados para a adequação da empresa de mercado.

Ainda sobre a análise da linguagem corporal, venho aqui dar um simples exemplo: Aquele gesto que o seu funcionário deixou de realizar, para além da sua ação técnica esperada em função do cargo por ele ocupado, já resultou em algumas centenas de insatisfações por parte dos seus clientes.

Cuidado, nos dias atuais, você deve saber muito bem a grande diferença entre tradição e prestígio. Tradição são as heranças de um tempo que são repassadas de geração a geração, já o prestígio são os valores existentes e exercitados por uma pessoa ou grupo e que transcende os tempos. Dessa forma, apresento algumas questões para você e sua empresa:

Como externalizar o real prestígio de sua empresa, a partir da gestão da imagem orientada para os seus funcionários e clientes?

Será que os gestores, apesar do currículo e os discursos de bloqueios existentes nas ponta da língua para barrar os treinamentos podem treinar os seus funcionários para evitar danos na imagem da empresa?

Será que estes gestores tem as competências e ferramentas corretas que compreendam esta linguagem silenciosa que seus colaboradores transmitem comprometem a imagem da empresa? Certamente não, e tudo que afirmam saber é para não discutir sobre o que não sabem, mas porque será que continuam perdendo dinheiro todos os anos? Não sabem!

Será mesmo que cada funcionário atua realmente em conformidade com o pensamento dos seus gestores ou proprietários? Há muitas empresas que tem lindos slides para reuniões, belas propagandas, mas há cultural destrato dos seus funcionários e estes por sua vez entregam para os seus clientes o que recebem dos seus supostos líderes.

Quais são os principais impactos causados por uma sequência de atendimentos mal ou não resolvidos? Crise generalizada e perda do valor real da empresa e certamente um elevado índice negativo perante a avaliação da opinião pública.

* Uemerson Florêncio – (Brasileiro)Empreendedor. Treinador, palestrante e correspondente internacional de opinião para 5 países de língua portuguesa na África (São Tomé e Príncipe, Cabo Verde, Moçambique, Guiné Bissau e Angola), 4 países de língua espanhola (Argentina, Uruguai, Peru e Espanha) e Estados Unidos, onde expõe sobre a análise da linguagem corporal, gestão da imagem, reputação e crises. Criador do método pentágono da comunicação. Gestor de conteúdo do site da empresa Conceito Treinamentos no Brasil.

Compartilhe!